Semana dos Ministérios

0 36

Nos dias 06 a 10 de novembro realizou-se a Semana Diocese dos Ministérios nas Regiões Pastorais da Diocese de Osasco. Os núcleos de formação receberam a visita de Dom João Bosco. 

A semana ministerial é um meio oportuno para a formação, esclarecimentos e espiritualidade daqueles que exercem as funções dos ministérios extraordinários em nossa diocese. Cada ano estudamos um tema que nos convida a profundidade de nossas ações, somos convocados para a superação da superficialidade e artificialidade do oficio assumido.

Esse ano, de modo particular, nos debruçamos sobre o documento 105 da CNBB lançado por ocasião do ano do Laicato no Brasil, a começar na festa de Cristo Rei, 26 de novembro 2017 e a se encerrar 25 de novembro de 2018. Com tema “ Cristãos leigos e leigas na Igreja e na Sociedade” Sal da Terra e Luz do Mundo (Mt, 5,13-14).

Dom João Bosco durante visita à Região Barueri. Foto: Ir. Maria Antonia, MJS

Para o estudo do documento 105 lançou-se uma pergunta à luz do tema e do lema do ano dos batizados: Que lugar ocupamos nessa sociedade dita pós-moderna? Pelo batismo nos tornamos luz do mundo, mas se existem tantos batizados porque nos dias de hoje a vida anda tão salgada de um lado (extremismos) e tão sem sal do outro (laxismo)? O documento 105 nos apresenta um estudo da realidade e aponta caminhos para uma vida cristã fecunda. Os temas aprofundados foram:

1º dia – Tema e lema do documento.

2º dia – Cristão leigo, sujeito na igreja e no mundo: esperanças e angústias.

3º dia – Contradição do mundo globalizado.

4º dia – Sujeito eclesial: discípulos, missionários e cidadãos no mundo.

5º dia – Mundanismo espiritual e os areópagos modernos.

A proposta não foi esgotar o tema, mas a partir desse instrumento (documento) repensar a nossa ação como cristão na comunidade doméstica, paroquial e social. Os dias não tem sido fáceis, a escuridão tem se manifestado, os batizados, de modo especial os ministros extraordinários, precisam se manifestar como sal e luz em meio a essa densa nuvem.

A semana ministerial tem sido o lugar onde os ministros cuida e cultiva o dom que Deus colocou em suas mãos. Em todas as regiões a participação é grandiosa e por isso louvamos e bendizemos a Deus por tantos ministros em nossa diocese.

Os remédios para curar as feridas abertas é o Evangelho de Nossa Senhor Jesus Cristo, a família tal como Deus sonhou e a caridade àqueles que vivem na escuridão de suas vidas por não conhecerem a luz do mundo, Nosso Senhor Jesus Cristo. Eu sou a Luz do mundo, quem me segue não andará nas trevas, mas terá luz da vida ( Jo 8,12 ).

Ministros da Região São Roque participaram da missa de encerramento presidida por Dom João. Foto: Ir. Maria Antonia, MJS

Assim sendo, os ministros iluminados por Cristo, iluminarão aqueles a quem visitam, assistem, consolam e distribuem a Eucaristia, para o louvor de Deus e o bem do homem.

Ao longo dos encontros o bispo Dom João Bosco visitou os núcleos de formação, tendo presidido a Santa Missa de encerramento da Região São Roque.

 

Ver fotos: https://goo.gl/Wo6neK

 

0 125

Teve início nesta segunda-feira, 06, a Semana dos Ministérios da Diocese de Osasco. Os temas abordados serão:

1º dia – Cristãos leigos na Igreja e sociedade – sal da terra e luz do mundo
2º dia – Cristão leigo, sujeito na igreja e no mundo: esperanças e a angústias
3º dia – Contradição do mundo globalizado
4º dia – Sujeito eclesial: discípulos missionários e cidadãos do mundo
5º dia – Mundanismo Espiritual e os areópagos modernos

 

Na noite de ontem, Dom João esteve no núcleo de formação da Região Carapicuíba.

A Semana dos Ministérios acontece de 06 a 11 de novembro nas regiões pastorais. Ao longo dos encontros o bispo Dom João Bosco visitará os núcleos de formação.

 

0 543

O bispo Dom João Bosco convida para a Semana dos Ministérios acontecerá de 07 a 10/11/16 nas regiões pastorais. O encerramento será no dia 11/11 na Catedral Santo Antônio com a passagem de todos os ministros extraordinários da diocese pela Porta Santa da Misericórdia.

 

0 644

De 9 a 13 de novembro se realiza, nas Regiões Pastorais da nossa diocese, a semana de formação para os ministros extraordinários. Dom João Bosco, durante este período, visita os locais de encontro, deixando suas palavras de ânimo, encorajamento, incentivo e dando sua benção aos leigos que receberão a investidura e o envio na festa de Cristo Rei e, que com tanto empenho, participam desta semana de ensinamento.

ministerios

Na Solenidade de Cristo Rei do Universo, em 22 de novembro, a Igreja no Brasil celebra a presença e o testemunho dos fiéis leigos nas várias comunidades espalhadas pelo nosso país. Segundo o documento conciliar Lumem Gentium (Luz dos Povos), todo o leigo, por virtude dos dons que recebeu, é testemunha e, ao mesmo tempo, instrumento vivo na missão da própria Igreja “segundo a medida do dom de Cristo” (Ef 4,7). Neste sentido, os fiéis leigos são chamados a participar ativamente da missão e da edificação do Povo Deus, numa comunhão com todos os membros do Corpo Místico de Cristo, segundo os diversos ministérios e carismas. Ao analisarmos a realidade em que vivemos, percebemos que é necessário ter presente a urgência e a importância da ação apostólica dos fiéis leigos em um mundo cada vez mais distante de Deus. Pelo batismo, o fiel leigo torna-se também responsável pela missão evangelizadora confiada por Jesus Cristo aos seus discípulos.

Atualmente, a Diocese de Osasco conta com um serviço muito importante dos leigos em todas as suas paróquias e comunidades, especialmente por meio do ministério não ordenado. São muitas as pessoas que se dispõem a evangelizar e anunciar Jesus Cristo, respondendo ao apelo de Deus em favor da salvação da humanidade. Verdadeiramente, o ministério não ordenado confiado aos leigos é um exercício do sacerdócio comum do Povo de Deus e testemunhamos continuamente os frutos deste serviço na Igreja particular de Osasco. Conscientes de sua cooperação junto aos ministros ordenados (Bispo, Padres e Diáconos), os ministros leigos representam na diocese um exemplo de amor a Cristo e a Igreja.

Os ministérios leigos são orientados e desenvolvidos em três dimensões: Litúrgico Sacramental, Litúrgico Celebrante e Litúrgico Missionária. Na dimensão Litúrgico Sacramental são compreendidos os ministros que celebram os sacramentos do Batismo e Matrimônio. Entretanto, conforme a orientação das Diretrizes e Critérios 2015-2018, para indicação ou renovação dos ministros leigos, os batizados e matrimônios deverão ser administrados e assistidos apenas por ministros ordenados (diáconos, padres e bispo), devido a presença suficiente de sacerdotes para atender essa demanda.

Na dimensão Litúrgico Celebrante estão aqueles ministros extraordinários aos quais foram conferidos os ministérios de celebrar e anunciar a Palavra de Deus, de auxiliar na distribuição da Santa Comunhão aos fiéis e de demais serviços que costumam realizar em favor da assembleia. Estes são conhecidos como ministros extraordinários da palavra e ministros extraordinários da Santa Comunhão.

Por fim, na dimensão Litúrgico Missionária estão os ministros dos enfermos que levam Santa Comunhão aos enfermos, e os ministros das exéquias, que celebram as exéquias nos velórios ou nas casas.

A cada três anos os párocos e as comunidades realizam a indicação dos novos ministros e também a renovação daqueles que já exercem o ministério. A Celebração do Mandato dos ministros leigos não ordenados para o triênio 2016-2018 acontecerá na Missa Diocesana de Cristo Rei do Universo.

Ver fotos: http://dbosco.org/semana-dos-ministerios-regioes-pastorais/