Religiosos

0 177

Aconteceu no sábado, 2 de junho de 2018, a Ordenação Diaconal do Ir. Uriel David Ascencio Torres,da Congregação Missionários do Espírito Santo. A cerimônia foi realizada na Comunidade Santa Rita de Cássia da Paróquia Cristo Rei, em Itapevi.

A missa de ordenação foi presidida por Dom João Bosco Barbosa de Sousa, ofm e os celebrantes principais foram Pe. Edmundo Felix  de los Santos Garcia, pároco da Paróquia Cristo Rei, e Pe. Manuel Varela Maldonado, Conselheiro do Governo Provincial. Compartilharam também deste momento de graça, alguns padres que fizeram parte do período de formação do diácono David.

Após a proclamação do Evangelho teve início o rito da ordenação. Pe. Roberto Pantoja, em nome da Igreja, pediu ao bispo ordenar o irmão David ao grau de diácono.

Na homilia, Dom João ressaltou a importância da pré-escolha divina de cada um de nós como batizados dizendo que “a vocação diaconal é uma vocação de serviço, de servos. Jesus a seus discípulos, no momento de maior intimidade lhes disse: eu não vos chamo de servos, mas de amigos. Ser amigo é levar à plenitude o serviço, um serviço qualificado pelo amor”.

A ordenação presbiteral do diácono David está prevista para o mês de dezembro, no México.

Continuando a celebração, o bispo interrogou o neo-diácono, que fez seu propósito como eleito. E encerrou com as palavras “Deus que inspirou este bom propósito te conduza sempre mais à perfeição”.“Meu caro David, você acolheu esse dom de Deus. No dia de hoje espero que cresça nele, cultive e tenha o dom do discernimento para chegar no presbiterato em breve, e exercê-lo com toda alma, com toda entrega, com toda amizade com Cristo, que engrandece a nossa pequenez e que nos permite assumir esse dom”, finalizou o bispo.

Após a ladainha, Dom João impôs as mãos sobre ele e fez a oração de ordenação. Padre Edmundo fez a entrega da estola a David, e o bispo entregou-lhe o livro dos Evangelhos.

Ao finalizar a missa, padre Edmundo agradeceu a todos os que se fizeram presentes e aos que colaboraram para realização da cerimônia. Por sua parte, o diácono agradeceu, primeiramente a Deus, por permitir-lhe chegar a esta etapa da sua vida e por ter-lhe permitido encontrar o rosto brasileiro de Deus em cada pessoa que conviveu. O diácono David saudou e agradeceu a sua família, que do México, acompanhava a ordenação pela internet.

Diácono David nasceu no dia 23 de julho de 1989 em Guadalajara, no México. Fez sua primeira profissão de votos como Missionário do Espírito Santo no dia 2 de agosto de 2009, sua profissão solene aconteceu no Brasil, na Paróquia Espirito Santo, no dia 26 de janeiro 2018.

0 218

“Celebrar este dia da Vida Consagrada é uma ocasião de festa, compromisso e súplica ao Senhor pelo grande dom da vocação de cada um de nós”. Foram as palavras da presidente da Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB), irmã Maria Inês Ribeiro, em vídeo mensagem por ocasião do 22º Dia da Vida Consagrada, que é celebrado nesta sexta-feira, 2. “Parabéns a todos nós consagrados e consagradas!”, festejou.

 

Irmã Maria Inês Ribeiro, presidente da CRB

Com o tema “Vocações que anunciam a alegria do evangelho e o amor de Deus”, a data instituída pela Igreja é,  segundo a religiosa, um estímulo e animação para todos os consagrados, religiosos e religiosas e membros de institutos seculares, e das novas formas de vida consagrada. “Estamos vivendo um momento da história humana que precisamos de mais sentido vocacional, para nós mesmos vivermos mais intensamente a nossa consagração a serviço do reino”, relembrou irmã Maria Inês.

De acordo com a religiosa, a data desperta em todos os vocacionados a necessidade de continuar o anúncio do Evangelho e de Jesus, ação que dá sentido à vida dos leigos e leigas, e denuncia tudo que destrói a vida humana. Para a continuidade da missão, irmã Maria Inês frisou a importância das vocações em todos os sentidos, desde a vocação do matrimônio até as vocações consagradas.

No Brasil, além da comemoração mundial do dia 2 de fevereiro, é celebrado no terceiro domingo de agosto o dia nacional do religioso e da religiosa. Para o próximo ano, 2019, a Igreja no país celebrará também o ano vocacional, uma iniciativa da CRB e do Instituto de Pastoral Vocacional (IPV), ao Serviço de Animação Vocacional da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).