Presidência CNBB

Arquivo CNBB

Entre os dias 28 e 29 de novembro, os bispos que atuam como presidentes das comissões pastorais da CNBB estarão reunidos em Brasília (DF) com a presidência da Conferência para mais um encontro ordinário do Conselho de Pastoral. Essas comissões cobrem as áreas principais da ação evangelizadora da Igreja no Brasil: animação missionária, liturgia, bíblia e catequese, cultura e educação, ecumenismo, doutrina, comunicação, juventude, ministérios e vocações, ação social transformadora, vida e família e a do Laicato.

O Ano Nacional do Laicato, inclusive, será lançado pelo Consep no início do encontro esta semana. Pastoralmente iniciado na Solenidade do Cristo Rei, no domingo, 26 de novembro, os bispos farão um lançamento oficial na reunião desta semana. O Ano do Laicato  serrá celebrado até a Solenidade de Cristo Rei do ano que vem, à 25 de novembro de 2018. O tema escolhido para animar a mística do Ano do Laicato foi: “Cristãos leigos e leigas, sujeitos na ‘Igreja em saída’, a serviço do Reino” e o lema: “Sal da Terra e Luz do Mundo”, Mt 5,13-14.

Outros temas importantes da evangelização terão destaque no encontro do Consep. A reunião é realizada em rodízio com os encontros do Conselho Permanente da CNBB. Trata-se da última reunião do ano e os bispos só voltam ao ritmo normal de reuniões em fevereiro de 2018.

0 654

conselho-CNBB-Brasilia-620x360

Membros do Conselho Permanente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) estão reunidos na sede da entidade, em Brasília. O encontro teve início ontem, 27, pela manhã, e prosseguirá até a quinta-feira, 29.

Participam deste Conselho a Presidência da CNBB (constituída pelo arcebispo de Brasília e presidente da entidade, dom Sergio da Rocha; o arcebispo de Salvador e vice-presidente, dom Murilo Sebastião Krieger; o bispo auxiliar de Brasília e secretário geral, dom Leonardo Steiner), os presidentes das doze Comissões Episcopais Pastorais e membros eleitos dos Conselhos Episcopais Regionais.

Logo no início da manhã, os bispos discutiram e aprovaram a pauta de trabalho, que conta com assuntos diversos. Ainda no período matutino, receberam o procurador-geral da República, Rodrigo Janot Monteiro de Barros, que apresentou a análise de conjuntura.

No decorrer do encontro, os bispos irão tratar da implementação dos decretos (Motu Proprio) do papa Francisco: Mitis Iudex Dominus Iesus (Senhor Jesus, manso juiz) e Mitis et misericors Iesus (Jesus, manso e misericordioso), que trazem mudanças no processo de nulidade matrimonial.

Também constam na pauta da reunião: a organização da 54ª Assembleia Geral da CNBB, que acontecerá de 5 a 15 de abril do próximo ano; Ano da Misericórdia; 300 anos do Encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida e Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016, com apresentação do texto base.

Na quarta-feira, 28, o núncio apostólico no Brasil, dom Giovanni D´Aniello, terá momento de partilha com os membros do Conselho Permanente. Haverá, ainda, apresentação do relatório sobre a 14ª Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos sobre a Família e encaminhamentos do Estudo 107A “Cristãos Leigos e Leigas na Igreja e na Sociedade”,  do documento sobre a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial e  do diretório da Pastoral da Educação.