Instalação

0 948
Pe. Marcelo toma posse como primeiro pároco da paróquia Bom Jesus. Foto: Pascom Diocesana

Aconteceu na noite do dia 27 de fevereiro, a Solene Celebração Eucarística com o rito de criação e instalação da nova paróquia Bom Jesus Crucificado. A missa foi presidida pelo bispo diocesano Dom João Bosco Barbosa e concelebrada por padres da diocese, e com a presença dos seminaristas das casas de Teologia e Propedêutico.

Dom João deu início à cerimônia saudando aos presentes e em seguida foi feita a leitura da ata que decreta a criação da nova paróquia, pelo chanceler da Diocese de Osasco, Pe. Odair José Rodrigues. O bispo parabenizou aos fiéis da nova paróquia, e logo após deu a posse de novo pároco ao Pe. Marcelo Fernandes de Lima.

Padre Marcelo Fernandes foi ordenado sacerdote em setembro de 2015, foi vigário nas paróquias Santa Isabel e Nossa Senhora da Conceição e ocupa a função de vice-reitor do Propedêutico Santo Antônio.

Na homilia, Dom João enfatizou a grandeza do ministério sacerdotal que “exige de nós uma perfeição que não temos, e, no entanto, Ele mesmo dá a resposta a este déficit de perfeição, que existe em todos nós. A resposta Dele é a ‘misericórdia’ do Pai”.

Centenas de fiéis participaram da missa de instalação da paróquia. Foto: Pascom Diocesana

Referindo-se à importância da comunhão entre o clero e aos fiéis, o bispo diz que aquele que fala em  nome de Jesus e que ajusta a sua vida com o Seu ensinamento, permanece sendo irmão, sendo servo, “porque é aquele que O viu e pôs em prática a Palavra do Senhor. Este se torna servo dos seus irmãos”, concluiu.

Após a homilia, deu-se início ao rito da entrega dos símbolos, onde Pe. Marcelo recebeu das mãos do bispo a chave do sacrário, os santos óleos e a estola.

Em gratidão, o novo pároco dirigiu palavras de agradecimentos aos bispos Dom João e Dom Ercílio – bispo emérito, aos familiares, amigos e paroquianos e manifestou a entrega de seu ministério a Deus, pedindo que Ele o conduza neste ofício, tão exigente e bonito “para a minha própria santificação e santificação desta porção do povo de Deus que a mim confiara”, expressou o padre.

Ao final, Dom João abençoou a placa de inauguração da nova paróquia.

A Paróquia Bom Jesus Crucificado está situada à Rua Ananias de Almeida, nº 100, no bairro Quitaúna, em Osasco. Desmembrada da Paróquia Nossa Senhora da Conceição do bairro KM 18, será composta por 5 comunidades: Santíssima Trindade, Santa Eufêmia, São Pedro, Nossa Senhora dos Pobres e a matriz Bom Jesus Crucificado.

0 892

A Diocese de Osasco ganhou mais uma paróquia.  A instalação da Paróquia São José aconteceu no dia 01 de maio na cidade de Itapevi/SP.

paroquia sao jose
Foto: Pascom SJudasTadeu

A celebração presidida pelo bispo diocesano, Dom João Bosco Barbosa, marcou um dia de grande alegria para o clero diocesano, em especial para os padres religiosos da Congregação Missionários do Espírito (MSpS), que estarão a frente da paróquia.

Antes da leitura do Decreto de Instalação, Dom João ressaltou a importância da comunhão entre todas as comunidades, e explicou que por este motivo, a Igreja concede a autonomia ao pároco sob um juramento de fidelidade e uma profissão de fé.

A Paróquia São José é composta por 12 comunidades e terá Pe. Miguel Angel Guerrero, como primeiro pároco, e como vigário Pe. Miguel Ochoa Ochoa.

“Que esta Palavra seja em primeiro lugar vivida e depois propagada. Que seja alimento da sua vida, da sua alma, antes de ser explicada”, declarou Dom João ao entregar a Bíblia Sagrada ao padre Miguel Angel. Em seguida, o abençoou pedindo para que “Deus esteja sempre em seu pensamento, na sua boca, no seu coração para que possa anunciar sempre com integridade a Palavra da vida”, rezou o bispo.

Os padres religiosos, que chegaram ao Brasil há pouco mais de um ano, agradeceram o acolhimento e confiança depositada na congregação, na pessoa do bispo diocesano e Pe. Fabio Rosário da Paróquia São Judas Tadeu/Itapevi, da qual foram desmembradas as comunidades.

“Com suas 12 comunidades, como os 12 apóstolos, por isso seremos uma Igreja comunidade missionária, continuadora da missão de Jesus … Hoje não começamos uma caminhada, continuamos a mesma caminhada de fé que começou no dia de nosso batismo ”, concluiu padre Miguel Angel em seu discurso de agradecimento.