Amoris Laetitia, tema central da 38ª Assembleia das Igrejas

materia-1-foto-2Colocar em prática as orientações pastorais apresentadas na Exortação é o desafio para as dioceses

“O encontro entre a fé e a vida” é o que norteia a Exortação Apostólica Amoris Laetitia, segundo Dom João Bosco Barbosa de Sousa, presidente da Comissão Episcopal para a Vida e a Família da CNBB Nacional, que fez a apresentação do tema da 38ª Assembleia das Igrejas Particulares do Regional Sul 1, na tarde desta sexta-feira, 14. Bispos, padres, diáconos e leigos compõem a assembleia, com 280 inscritos.

O objetivo da apresentação de Dom João Bosco foi conduzir a reflexão sobre a aplicação pastoral da Exortação Amoris Laetitia e promover a recepção da mesma nas arquidioceses e dioceses do Estado de São Paulo. Datada de 19 de março, festa de São José, e lançada em abril de 2016, após os dois últimos Sínodos dos Bispos, a Exortação apresenta uma proposta pastoral dirigida a toda a Igreja: ser igreja em saída missionária e, através do acompanhamento às famílias, chegar à humanidade ferida, a todas periferias existenciais, levando o remédio do Evangelho.

materia-1

Para Dom João Bosco, será um longo processo colocar em prática o que nos apresenta a Amoris Laetitia. “O Papa Francisco tem esse estilo de falar para fora do ambiente eclesial e fala para o futuro, ou seja, ele deixa questões em aberto para que as respostas sejam encontradas com o tempo. Não tenhamos pressa de colher os frutos, senão os colheremos verdes”, ponderou.

 

A 38ª Assembleia das Igrejas Particulares do Regional Sul 1 da CNBB aconteceu nos 14 a 16 de outubro na Vila Kotska, em Itaici,  com o tema “Nova Pastoral Familiar à luz da Exortação Apostólica Pós-sinodal Amoris Laetitia”.

Sem comentários

Deixe um comentário

*